• Ascom

Vereadora Clenilda dos Santos visita o Conselho Tutelar

Vereadora visita Conselho Tutelar de Capixaba e constata necessidades e melhorias para o local

A vereadora foi recebida pelos membros do conselho tutelar que apresentaram as funções dos Conselheiros Tutelares e um balanço do trabalho que foi e é desenvolvido.


Segundo Clenilda, a preocupação dos conselheiros está relacionado com a exploração sexual de crianças e adolescentes, que vem aumentando nos últimos anos. A parlamentar obteve algumas informações sobre casos registrados de forma genérica, mas que a partir delas é possível afirmar que “é uma situação preocupação porque trata diretamente da integridade física e moral de nossas crianças e adolescentes”, frisou a democrata.


Outro ponto discutido foi com relação ao consumo de bebidas alcoólicas por menores de idade e também a permanência em casas de exploração da internet, como Lan House. A vereadora destacou a importância do conselho tutelar. “O conselho é um órgão importantíssimo e foi muito oportuna esta visita, pois como vereador tenho que conhecer as funções de cada órgão em nossa cidade”, finalizou Clenilda.


Estamos caminhando para o período de férias escolares, apesar da pandemia da covid-19, e nesse período as crianças ficam mais vulneráveis, há um estudo que aponta que toda criança abusada e molestada sexualmente tem mudança de comportamento e geralmente as ocorrências são por parte da família, ou parentes próximos. Esse comportamento é possível notar na própria casa e também nas escolas. Segundo estatísticas, 99 por cento dos casos de abusos contra crianças são praticados pelos próprios pais, o que antigamente ocorria com mais frequência por tios, primos, avôs, etc. Tais dados revelam que a realidade ocorre pelo fato das mães estarem trabalhando e as crianças estarem mais vulneráveis a esse tipo de situação.


Na opinião de Clenilda, as creches deveriam funcionar em período integral e sem período de férias escolares, e as crianças que sofreram os abusos pudessem ser acompanhadas por profissionais como psicólogos e assistentes sociais, para facilitar nos procedimentos legais. Quando uma criança é abusada abala toda família que necessita de acompanhamento psicológico.


Já venho pesquisando a um tempo como auxiliar o nosso Conselho Tutelar, e após essa conversa, vou apresentar um projeto para que as crianças que sofrem ou sofreram qualquer tipo de abuso sexual tenham prioridade para frequentar as escolas, inclusive em período integral.


Também, vou propor vou reivindicar junto ao poder executivo melhorias para que a prefeitura promova a reestruturação do Conselho, no que diz respeito à estrutura oferecida para o desenvolvimento do trabalho e contratação de funcionários.

0 comentário